classificacao-cafe-comercial-cooxupe-pauta-peneira-cob-producao
Curiosidades

Tabela de Classificação de Café: O que É e Como Usar

Lendo algum texto sobre café você já deve ter visto falarem sobre pontuação.

Os cafés especiais, por exemplo, tem uma pontuação alta, que normalmente fica na casa dos 80, mas pode ir até 100.

Você sabe como fazem essa classificação para saber a pontuação do café?

Ela é feita com Tabela de Classificação, que vamos explicar o que é exatamente logo a seguir.

O que é Tabela de Classificação de Café?

O -que- é- Tabela -de- Classificação-de-Café

A Tabela de Classificação de Café serve para definir o tipo de grão.

Existe uma escala que vai de dois a sete, sendo dois o melhor café.

O tipo do café é definido de acordo com o número de defeitos encontrados no grão.

Então, quanto maior for os defeitos do grão, maior será a sua pontuação.

Para chegar neste resultado o Q-Grader (degustador profissional de café) analisa cerca de 300 gramas de café do lote que será comercializado.

E sim, está etapa ocorre antes do fruto chegar ao mercado, obviamente.

Quais defeitos são considerados de acordo com a Tabela de Classificação de Café?

Quais -defeitos- são -considerados- de- acordo-com -a -Tabela -de- Classificação- de- Café

Na hora de pontuar um café por conta dos seus defeitos de acordo com o a Tabela de Classificação, o Q-Grader  observa se o fruto é preto, queimado ou verde.

Estes são chamados de Grãos PVA (grãos mal formados).

Caso o lote apresente pedaços de madeira, pedras, torrões e outros grãos, como milho, ele também é pontuado de acordo com a Tabela de Classificação.

É igualmente possível ocorrer defeitos por conta de mudanças genéticas e fisiológicas no fruto.

Como usar a Tabela de Classificação de Café?

Como -usar- a- Tabela- de- Classificação- de- Café

O degustador tem que avaliar seis categorias de acordo com a tabela. São elas:

  • Categoria;
  • Subcategorias;
  • Grupo na classificação de café;
  • Subgrupo;
  • Classe;
  • Tipo.

1 – Categoria

cafe-categoria

O primeiro passo desse processo é definir a qual grupo o café pertence.

Atualmente somente duas espécies são consumidas pelo seres humanos: Arábica e Robusta, também conhecido como Conilon.

2 – Subcategorias

subcategoria-do-cafe

A subcategoria diz respeito ao formato do grão, que pode ser do tipo chato, por exemplo.

Esse fruto conta com uma superfície levemente côncava convexa.

E tem o tipo moca, que é oval.

Por fim eles são classificados de acordo com os furos da paineira por onde passaram.

3 – Grupo na classificação de café

Grupo- na- classificação -de- café

Aqui é levado em consideração a fragrância e o sabor do fruto.

Existem duas categorias, Arábica e Robusta.

O primeiro café será suave e com menos cafeína.

Já o segundo é mais resistente, amargo e tem mais cafeína.

4 – Subgrupo

Subgrupo

No Subgrupo é avaliado o sabor da bebida.

No Subgrupo 1 ficam as bebidas finas, no 2 estão os cafés com um gosto de bom a anormal.

5 – Classe

classe-do-cafe

Na Classe o degustador vai classificar o grão de acordo com a sua coloração.

Ao todo exigem oito tons: verde azul, cana, verde, amarelado, amarelo, marrom, sem caroço, branco e discrepante.

6 – Tipo

tipos-de-cafe

E por fim o tipo, nesta categoria é levado em consideração as impurezas e as matérias estranhas que estão junto com o fruto.

Até a casca do próprio café pode fazer ele ser pontuado pela tabela, já que ela pode afetar na qualidade final do produto.

Conclusão

É graças a tabela que sabemos se estamos comprando um grãos de alta qualidade.