tipos-portugal-nespresso-expressos-servidos-em-cafeterias-expresso-qual-o-melhor-tipo-no-mercado-nomes
Receitas e Dicas

Tipos de Café: Diferenças, Como Fazer Todos e Receitas

Se você tem acompanhado nossos textos, notaram que falamos sobre vários tipos de café ao decorrer de semanas.

Se não viu, está no lugar certo.

Hoje vamos fazer um compilado de todos as bebidas que você pode fazer com o grão de café.

Desde o simples café com leite, até o elaborado affogato.

E claro, na descrição de cada um deles uma receita deliciosa para você testar em casa.

Vamos lá?

Quais são as bebidas feitas com café?

A verdade é que existe uma possibilidade quase infinita de bebidas que você pode fazer usando o grão de café, desde um drink mais simples como o pingado, que leve café e leite, até o affogato, que é uma bola de sorvete de creme afogada em uma dose de café espresso.

São bebidas para todos os gostos, desde aquele amante de café mais exigente, até aquele que gosta de tornar o pretão em uma sobremesa.

Mas chega de papo e vamos ao que interessa.

1 – Espresso

Impossível não começar a lista com ele, o espresso.

O preferido de quem ama um café mais forte.

Essa extração é usada para fazer, basicamente, toda bebida que leva o pretão na sua composição.

O espresso é um café italiano inventado em 1884, na mesma época em que a máquina de espresso foi patenteada por Angelo Moriondo de Turim (Itália).

A máquina passou por algumas alterações ao longo dos anos, até que em 1938, Cresemonesi apresentou ao mundo um maquinário com pistão, que eliminava o sabor de queimado causado pela pressão a vapor.

E esse foi apenas o começo das melhorias feitas na máquina de espresso.

Atualmente você pode ter uma em casa e fazer seu café por meio de cápsulas, uma versão muito mais prática dessa bebida.

O espresso não é apenas um café forte, ele é divido em três camadas que faz ele ser quem é:

  • Coração: é a parte marrom e mais funda do café. Nesta parte temos a acidez junto com a doçura do aroma do café, o que confere um equilíbrio perfeito a bebida;
  • Corpo: em seguida temos o corpos, é a camada média do café. Está parte costuma ter uma coloração que varia entre marrom e caramelo;
  • Crema: está é a parte superior da bebida, também conhecida popularmente como espuma. Tem uma cor que varia entre marrom-dourado com toques em brancos que advém da extração dos óleos presentes no grão do café. Essa espuma deve ser consistente e densa.

Como fazer um espresso?

Como o espresso só pode ser feito em uma máquina – não é possível fazê-lo em cafeterias domésticas -, é muito simples confeccioná-lo.

Basta você comprar uma cápsula dessa extração e ter uma cafeteira de espresso, obviamente.

Coloque na máquina, aperte o botão de espresso e aí é só esperar seu café ficar pronto.

Não requer prática, nem habilidade.

2 – Macchiato

O macchiato provavelmente é uma das bebidas a base de café mais conhecidas.

Ele consiste em uma dose de espresso com espuma de leite.

O mais engraçado é que a receita original pedia a adição do leite em forma líquida.

Seu nome significa mancha e é exatamente essa a aparência o macchiato: uma dose de café manchado com a espuma de leite.

A espuma entra na bebida para amenizar o gosto do espresso e por isso é muito apreciado por quem gosta do café com um sabor não tão intenso.

Como fazer um macchiato?

Ingredientes:

  • Uma cápsula de Espresso da sua escolha;
  • 120 mililitros de leite gelado.

Modo de preparo:

Faça a espuma de leite com o bico vaporizador da sua máquina.

Se ela não tiver, você pode preparar com um mixer.

Reserve!

Agora ponha a cápsula de Espresso na sua cafeteira e aguarde ficar pronto.

Acrescente a espuma de leite na mesma xícara em que você preparou o café.

3 – Café Ristretto

O café Ristretto é ainda mais forte que o espresso.

Para fazer essa receita usa-se a quantidade de grãos usadas no espresso, mas com metade da água usada nessa outra bebida.

O resultado é um drink concentrado e forte.

O famoso café “levanta defunto”.

Como fazer café Ristretto?

Ingredientes:

  • Uma cápsula de ristretto.

Modo de preparo:

Como se trata de um espresso você só vai conseguir fazer em uma máquina profissional ou de cápsulas.

Sendo assim, compre a sua monodose e coloque na sua cafeteira.

Aí é só apertar o botão de preparo ou selecionar 25 mililitros de água e pronto.

4 – Café Americano

O café americano é uma bebida menos concentrada e não aguada como todo mundo pensa, apesar dele levar realmente mais líquido do que grão.

É usado cerca de uma colher cheia de café para 100 mililitros de água fervente.

E você não pode usar qualquer grão, tem que ser um de torra de clara a média e uma moagem também média.

Além dessa versão existe uma outra chamada de long Black.

A diferença está no preparo.

Aqui, coloca-se primeiro a água quente na xícara, seguido do espresso.

Isso dá a bebida uma aparência mais cremoso.

Pode ser feito quente ou gelado.

Como fazer café americano?

Assim como as outras receitas, é preciso de uma cafeteira de espresso para fazê-lo.

Como não existe cápsula de café americano você pode usar duas grand cru kazaar ou dharkan da Nespresso.

5 – Café latte

Aqui temos praticamente um café com leite, mas ele leva leite vaporizado e uma camada de um centímetro de espuma de leite, além de uma dose de espresso, é claro.

Inclusive, ele se parece muito com o macchiato.

A principal diferença entre os dois está no preparo, a forma com são servidos e as proporções dos ingredientes.

O latte não mistura suas camadas, já o macchiato mistura o café com leite, com a espuma sendo servida no topo da bebida.

Como fazer café latte?

Ingredientes:

  • Café solúvel extra forte;
  • 200 mililitros de água fervente;
  • 200 mililitros de leite;
  • Açúcar a gosto;
  • Calda de sorvete.

Modo de preparo:

Prepare o café como de costume, mas ele só pode ocupar 1/3 da sua xícara.

Em seguida, aqueça o leite, mas sem deixar ferver.

Depois disso, bata ele com ajuda de um mixer ou espumador.

Se não tiver, pode fazer esse processo em uma garrafa pet, chacoalhando o recipiente por três minutos.

Abre a garrafa e deixe descansar em uma superfície plana por 30 segundos.

Na hora se servir, despeje de uma maneira que apenas o leite vá para a xícara.

Em seguida, acrescente a espuma e finalize com a calda de sorvete do sabor que preferir.

6 – Cappuccino

O cappuccino provavelmente é a bebida a base de café mais famoso e consumida, principalmente por quem não curte o grão puro.

É tão apreciado que os brasileiros criaram sua própria versão.

Na Itália, onde foi criada, é feita com espresso, leite vaporizado e espuma de leite, com alguns locais acrescentando em cima da espuma chocolate, canela ou açúcar.

Aqui, o chocolate em pó é acrescentado na própria receita.

A máquina espresso que era capaz de fazer o cappuccino foi inventada em 1901, mas foi apenas em 1950 que a bebida se tornou aquilo que conhecemos atualmente.

No começo, o cappuccino se tornou bem comum na Inglaterra, já que por lá já era um hábito de adicionar leite ao café.

Como fazer cappuccino?

Ingredientes:

  • 250 gramas de leite em pó;
  • 50 gramas de café solúvel;
  • Três colheres de sopa de chocolate em pó;
  • Uma colher de chá de canela em pó;
  • Uma colher de chá de bicarbonato de sódio;
  • 250 gramas de açúcar.

Modo de preparo:

Essa é a base do cappuccino, ou seja, o pó solúvel.

Bata o café no liquidificador até ele ficar bem fino.

Em seguida, acrescente os outros ingredientes em uma peneira e peneire em cima de um recipiente.

Aí é só armazenar em um pote com tampa. A valida dessa base é de seis meses.

Na hora de beber, pegue duas colheres de sobremesa desse pó e acrescente em uma xícara de água fervente ou leite.

7 – Café affogato

O affogato causa algumas controvérsias, alguns defendem que se trata de uma bebida.

Outros, porém, afirmam que é uma sobremesa.

Seja como for, é uma delícia.

Uma receita tradicional na Itália desde os anos 1970, o affogato é uma mistura de sorvete de creme com uma dose de café espresso.

Daí seu nome, inclusive: afogado.

Ele representa, literalmente, a bebida/sobremesa.

A receita original é feita com sorvete de creme, mas você pode mudar para um sabor que te agrade mais.

Também é permitida a mudança de café espresso para um feito na cafeteira italiana.

E apesar de ser simples e levar apenas dois ingredientes, alguns cuidados devem ser tomados na hora de preparar o affogato.

O primeiro deles é garantir que o café esteja quente e não fervendo.

A bebida também só deve ser acrescentada no momento que você for servir a sobremesa, caso contrário o sorvete vai derreter antes de você provar.

Você ainda pode acrescentar calda de sorvete no fundo da taça e por cima do sorvete, assim como um pouco de chantilly.

Como fazer o café affogato?

Ingredientes:

  • Um sorvete de nata ou baunilha;
  • Quatro xícaras de café espresso;
  • Uma punhado de nibs de cacau, nozes ou biscoito (para decorar).

Modo de preparo:

O primeiro passo é preparar o espresso.

Reserve-o!

Já deixe a sua decoração pronta, cortando os biscoito ou nozes em pedaços/raspas.

Despeje o café quente, não fervendo, em uma xícara ou taça de sobremesa e, em seguida, de uma a duas bolas de sorvete de creme – pode ser outro sabor.

Finalize com o item que você escolheu para decoração e sirva logo em seguida para o sorvete não derreter.

8 – Mocha

O Mocha ou mocaccino se parece muito com o cappuccino, a diferença, porém, está no fato que no mocha se acrescente calda de chocolate ou em pó no fundo do copo, seguida do espresso e do leite vaporizado.

Ele é finalizado com chantilly polvilhado com canela ou chocolate em pó.

O mocha foi inspirado no Bicerin Turim, uma bebida que leva café, leite e chocolate quente.

Ele foi criada no século XVIII, já sei nome é uma homenagem a uma cidade que fica no Iêmen, Mocha, que durante muitos anos foi a maior exportadora de café da Península Arábica.

Como fazer mocha?

Ingredientes:

  • Quatro colheres de sopa de leite;
  • 240 mililitros de café quente;
  • Uma colher de sopa de cacau em pó e sem açúcar;
  • Uma colher de sopa de açúcar.

Modo de preparo:

Em uma caneca grande, acrescente e misture todos os ingredientes. Pronto, é só servir!

9 – Irish Coffee

O Irish Coffee ou café com whisky foi criado em 1940 pelo chefe Joe Sheridan.

Ele consiste basicamente em café, whisky irlandês, açúcar mascavo e creme.

A bebida se tornou extremamente popular nos Estados Unidos depois que Sheridan se mudou para São Francisco, e sua fama permanece até os dias de hoje.

Apesar da receita original ser feita com whisky irlandês, existem algumas variações com outras bebidas alcoólicas, inclusive com cachaça.

Como fazer o Irish Coffee?

Ingredientes:

  •  150 mililitros de café quente (coado ou espresso);
  • 30 mililitros de whisky irlandês;
  • 50 mililitros de creme de leite batido;
  • Uma colher de sopa de açúcar mascavo.

Modo de preparo:

Em uma taça pré aquecida, acrescente o açúcar e o whisky irlandês.

Mexa até que o mascavo se dissolva por completo.

Em seguida, bata o creme de leite, preferencialmente em uma coqueteleira, até ele engrossar.

Despeje o café quente na xícara com o whisky e com as costas de uma colher, acrescente o creme de leite, isso irá separar as camadas.

Sirva logo em seguida.

10 – Pingado

O pingado é um clássico das padarias brasileiras e sua confecção é super simples: um copo americano de leite com uma pouco – pingo – de café.

Inclusive, seu nome vem daí.

Ele é adoçado apenas depois de estar pronto, caso contrário, o café ficará super doce.

Como fazer café pingado?

Ingredientes:

  • Uma xícara de café sem açúcar;
  • Uma copo americano de leite quente.

Modo de preparo:

É bem simples, basta adicionar um pequena dose de café, que pode ser coado ou Espresso, no copo americano de leite.

Adoce logo a seguir.

11 – Café longo | Lungo

A principal característica do café longo é que ele recebe uma quantidade maior de água.

Por conta disso, ele não fica tão forte.

É servido em uma xícara grande.

Como fazer café longo/lungo?

Basta comprar a cápsula de café longo e fazer na sua cafeteira de espresso.

12 – Café Doppio

O doppio é basicamente uma bebida com o dobro de café espresso, perfeito para quem gosta de um drink mais forte.

Como fazer café doppio?

Ingredientes:

  • 100 mililitros de espresso (duas doses).

Modo de preparo:

Na sua cafeteira faça suas doses de espresso usando 100 ml de água.

Sirva!

13 – Café coado/filtrado.

O café coado nada mais é que aquele que tomamos em casa: feito com pó de café vendido em mercado, passado em um filtro de pano ou papel.

É o modo de preparo mais comum de café, principalmente nas residências.

O pó de café, que costuma ser mais fino, é posto no filtro e coberto com água quente.

Como fazer café coado?

Ingredientes:

  • Um litro de água filtrada;
  • 10 colheres de sopa de pó de café da sua preferência.

Modo de preparo:

Coloque o filtro de papel ou pano no seu coador e encaixe na sua garrafa de café.

Em seguida, esquente o um litro de água no fogão.

Não é para deixar ferver.

Despeje um pouco da água no filtro, para aquecer este e tirar qualquer sabor ou aroma presente nele.

Jogue essa água fora.

Em seguida, coloque o pó de café e molhe um pouco para hidratar o pó.

Depois despeje o restante da água fazendo movimentos circulares.

14 – Flat White

O Flat White é um café com base de espresso e leite vaporizado.

É uma bebida muito comum na Austrália e na Nova Zelândia.

Inclusive, existe uma certa incerteza sobre qual dessas duas regiões é seu local de origem.

Foi criado em 1980 e é muito confundido com o Latte.

Como fazer flat White?

Ingredientes:

  • 90 mililitros de leite;
  • Uma cápsula de café Roma.

Modo de preparo:

Passe a cápsula de café como de costume – essa monodose é da Nespresso.

Reserve!

Faça a espuma de leite em um espumar ou com um fouet.

Aí é só adicionar a espuma de leite na xícara que você preparou o café.

15 – Café con panna

O Café con Panna foi criado na Itália, sua tradução literal é espresso com leite, que é justamente os dois principais ingredientes da bebida: uma ou duas doses de espresso coberto com chantilly.

Na França ele é chamado de café Viennois, assim como no Reino Unido.

Seguindo a tradição, o panna deve ser servido em uma xícara de café devido a quantidade da bebida.

Porém, em alguns lugares ele é comercializado em um copo de cappuccino.

Como fazer café con panna?

Ingredientes:

  • Chantilly a gosto;
  • Uma dose de café espresso.

Modo de preparo:

Prepare sua cápsula de café espresso como de costume.

Reserve!

Em seguida, bata seu chantilly ou creme de leite fresco em uma batedeira até formar picos firmes.

Se não tiver esse item, pode fazer com o fouet, mas o processo será um pouco mais demorado.

Aí é só servir o espresso em uma xícara e completar com uma generosa camada de chantilly.

Caso queira mais de um ou de outro, ou dos dois, sirva em um recipiente maior.

16 – Long Black

O Long Black é um parente próximo do Americano. Mas aqui, ao invés de utilizar uma dose de café, você usa duas, o mesmo vale para a quantidade de água. Enquanto no long se usa duas, no americano a dose é três.

Além de ser mais forte que o americano, este tem mais volume que o doppio.

17 – Latte Macchiato

Enquanto o Macchiato é um café manchado de leite, o latte macchiato é o oposto, onde se usa mais leite do que café. Essa bebida é servida em um copo comprido, com mais da metade do recipiente preenchido com leite, em seguida vem o café e, por fim, uma fina camada de espuma de leite.

Além dessa diferença, o latte é mais cremoso e doce que o Macchiato original.

18 – Caffè Breve

A base do caffè breve é o espresso com leite vaporizado. Ele é finalizado com alguns centímetros de espuma desse mesmo ingrediente.

19 – Piccolo Latte

O Piccolo Latte é como um cappuccino, mas menor. Além disso, ao invés da sua base ser de café espresso, ele é feito com ristretto. A dose de leite vaporizado também é menor.

Ele é finalizado com uma fina camada de espuma de leite.

20 – Cortado

Podemos dizer que o Cortado traz o melhor dos dois mundos: o amargor e a acidez do café juntos com a doçura e a cremosidade do leite vaporizado. Aqui, ambos têm a mesma quantidade na xícara.

É comum que alguns baristas adicionem uma camada de espuma de leite no topo para melhorar a textura do cortado, o que acaba deixando-o parecido com o cappuccino.

21 – Gibraltar

Este é bem parecido com o cortado, mas leva muito mais espuma do que o anterior, e ela ocupa bastante espaço da xícara.

A única desvantagem é que é uma bebida esfria muito rápido, então ele deve ser consumida logo após ser servida. Ah, em alguns casos ele vai acompanhado de uma unidade de canela em pau, para dar aquele gostinho a mais.

22 – Red Eye

Essa bebida é para quem gosta mesmo de café forte. Além de levar espresso, ele também conta com seis doses de café coado em máquina de gotejamento. Ele se parece com o americano, mas ao invés de usar apenas água quente, utiliza-se café coado.

Também é uma excelente opção para quem tem certa dificuldade de se manter ativo pela manhã, já que possui uma boa dose de cafeína.

23 – Black Eye

Este é ainda mais forte que o Red eye. Com uma base de espresso, essa bebida ainda leva uma dose de café da máquina de gotejamento.

Se você está tendo dificuldade em se manter acordado durante o dia ou ter mais ânimo para fazer tarefas depois do trabalho, pode apostar no Black Eye, ele com certeza vai te ajudar.

24 – Vienna

Se você ama um café bem cremoso, então você precisa fazer o Vienna em casa. A bebida tem base de espresso juntamente com duas medidas de chantilly, o responsável por dar essa textura ao líquido.

Uma dica é você fazer o chantilly em casa, já que os industrializados são cheios de açúcar. Para quem quiser sentir mais o gosto de café pode trocar a base de espresso por uma de doppio.

25 – Café Gelado – Iced Coffee

Quer beber café inclusive nos dias quentes? Então prove o Iced Coffee. Ele pode ser feito tanto com espresso, como com o café coado.

Além do grão, a bebida ainda leva gelo, água ou leite. Em alguns casos, os baristas adicionam um aromatizante (canela, baunilha, chocolate, etc) para complementar o sabor do líquido.

26 – Galão

O Galão é de origem portuguesa, sendo uma versão mais cremosa e leve do cappuccino. Ele leva duas vezes mais espuma de leite do que a outra bebida citada.

É uma bebida com uma textura bem espumosa e perfeita para quem ama as características do leite vaporizado.

27 – Palazzo

O Palazzo é muito consumido na parte sul da Califórnia. Ele é feito com doppio, que é resfriado logo após a sua preparação. Em seguida é acrescentado o creme de leite já adoçado.

O café é preparado em uma moka ao invés de uma máquina de espresso.

28 – Café au lait

Apesar do nome, o café au lait não é um café com leite comum. A base é com café feito da prensa francesa. Em seguida, uma dose de leite escaldado é adicionado.

Ele tem um sabor bem diferente por conta do leite ser escaldado a uma temperatura de 83 graus, mas é uma bebida deliciosa.

29 – Freakshak

Sabe aqueles milkshakes em copos enormes, com vários acompanhamentos? Bom, isso é basicamente o freakshake. Aliás, seu nome vem justamente da mistura que você pode fazer nessa bebida.

Ele leva os mais variados tipos de cobertura, além de chantilly, bolacha Oreo e tudo mais o que você imaginar. A montagem também não deixa a desejar e vai fazer a cabeça de quem ama doce. É de lamber os dedos, literalmente.

Conclusão?

E aí, qual sua opção preferida de bebida feita com café?

Referências:

https://www.donnad.it/in-cucina/intorno-ai-fornelli/quanti-tipi-di-caffe-esistono-e-le-miscele-migliori-fare-i-dolci

https://www.pepeverde.it/2018/07/24/caffe-espresso-e-moka-come-si-preparano-e-le-differenze/