coffea-arabica-canephora
Curiosidades

Planta Pé de Café | Árvore de Café | Cafeeiro: Espécies e Cultivo

Fala sério, coffee lover, não seria ótimo ter um pé de café em casa, ao seu alcance?

Imagina você poder desfrutar dos frutos que você mesmo plantou.

Bom, sabia que você pode e não é tão difícil quanto imagina?

É tão fácil que no texto de hoje vamos te ensinar a como fazer isso, passo a passo.

Pé de café no vaso: como plantar?

especies-de-cafe-cafeeiro

A primeira coisa que você deve fazer para plantar café no vaso é escolher e separar as sementes.

Ao todo, o café tem 90 espécies, então opções não vão te faltar.

Contudo, a Arábica é uma das preferidas e é o tipo mais cultivado no Brasil.

Assim como a robusta, então você pode cultivar ambas, se quiser.

Tem gente que acha mais fácil começar o cultivo pelo vaso, se quiser, fique a vontade.

Aí quando a muda crescer o suficiente você pode passar para a terá.

Com isso definido, é importante lembrar que o ideal é você plantar as sementes na primavera ou até o meio do verão, que é o que os produtores de café, fazem.

Isso garante que as as mudas tenham uma temperatura legal para se desenvolverem, algo que é muito importante, obviamente.

O ideal é que essa temperatura fique em torno de 20 graus Celsius.

Quando chegar nisso, pode colocar as sementes na terra.

Ela deve ficar numa profundidade de 0,5 centímetros.

O passo seguinte é nutrir a terra, etapa primordial para o desenvolvimento da sua plantinha de café.

Após a nutrição, os outros pontos fundamentais para o desenvolvimento do seu pé de café são: água e sol.

Deixe a planta bem hidratada e posicione o vaso em um local onde ela tenha bastante contato com sol.

Depois disso é esperar pela germinação, que deve demorar cerca de 60 dias.

Sim, demora tudo isso mesmo. Aliás, antes de começar é bom você pensar se terá paciência para esperar e cuidar do pé de café.

Além da germinação, que demora dois meses, o cafeeiro só começa a dar frutos depois de 5 anos.

Ou seja, seu sobrenome terá que ser paciência.

Por mais demorado que seja, pense no resultado final.

Como plantar café no quintal?

coffe-liberica-conceito-de-cafe

Como dito, você pode começar o plantio no vaso, aí é só passar para o quintal, depois.

A primeira dica de como plantar café direto na terra é ter um local com espaço.

O arbusto da fruta pode chegar aos 5 metros, então é importante ter uma área espaçosa para ele poder se desenvolver bem.

Antes de plantar as sementes ou as mudas, certifique-se que o solo esteja bem adubado. Como já falamos antes, isso é essencial para o desenvolvimento do pé de café.

Com isso pronto, cave buracos com um metro de profundidade para colocar as sementes. Será preciso trabalhar igualmente em uma drenagem boa.

Caso você opte pelas mudas, faça sua plantação preferencialmente nos períodos de chuva.

Esse clima permite que os pés estejam sempre úmidos, imitando o clima das lavouras de café.

Quanto tempo leva um pé de café para produzir?

O pé de café demora de quatro a cinco anos para produzir frutos.

Sim, todo o processo do café é demorado mesmo.

Mas como já falamos, no final das contas a espera vai valer a pena.

Por isso é legal você ser um pessoa paciente e já gostar de fazer isso, assim o cuidado com a planta será uma terapia e você poderá aproveitar cada etapa do crescimento da planta.

Desde o aparecimento das primeiras folhinhas até o das flores e, finalmente, os frutos.

Pé de café como cuidar?

plantacao-de-cafe-arbusto-cafeeiro

A primeira dica para você cuidar o seu pé de café é garantir que ele sempre receba luz do sol. Contudo, o pé gosta mais de iluminação indireta.

É importante ele estar sempre hidratado, mas a rega só deve acontecer de uma a duas vezes na semana.

Contudo, isso vai depender da estação do ano e também da quantidade de luz que ela recebe.

Pé de café tamanho?

O pé de café pode chegar aos 5 metros de altura.

E ao contrário do que muitos imaginam, não se trata exatamente de uma árvore, mas, sim, de um arbusto.

Você pode começar a podar o pé a partir dos 3 metros de altura.

Pé de café arábica é o mais cultivado?

Sim, a espécie Arábica é a espécie de café mais cultivada no mundo.

A espécie fica responsável por mais de 60% da produção mundial da bebida.

Qual o nome do pé de café?

planta-de-cafe-em-portugal-tipos-de

O pé de café tem vários nomes:

  • Cafezeiro;
  • Cafeeiro;
  • Coffea Arábica;
  • Coffea Canephora;
  • Coffea Arbusto;
  • Coffea Liberica.

Qual é origem do café?

Não existem dado concretos do local de origem do café, porém, a teoria mais aceita é que a planta é originária do continente africano, mais precisamente na Etiópia, em uma região chamada de Cafa.

Qual é o melhor Café do mundo?

como-se-chama-a-planta-do-cafe

Os melhores cafés do mundo são:

  1. Café Marfim Preto: Tailândia;
  2. Hacienda La Esmeralda: Panamá;
  3. Kopi Luwak: Indonésia;
  4. Café de Santa Helena: Santa Helena;
  5. Café da Montanha Azul: Jamaica;
  6. Café do Quênia AA: Quênia;
  7. Café Antigua: Guatemala;
  8. Café Etíope de Yirgacheffe: Etiópia;
  9.  Café Harrar: Etiópia
  10. Mocha Java Coffee: Indonésia.

Onde fica a terra do café?

etiopia-terra-do-cafe

A Etiópia ainda é considerada a terra do café, já que a maior parte das teorias do surgimento do fruto apontam para este país.

Contudo, podemos dizer que o Brasil também é a terra do café.

Somos os país que mais consume e produz café.

Principalmente Minas Gerais, que se tornou referência no cultivo do grão e hoje produz a maior parte da safra nacional.

Minas Gerais é o principal estado na produção de cafés especiais.

Onde o café era cultivado no Brasil?

As primeiras grandes lavouras de café surgiram no Vale do Rio Paraíba e na Baixada Fluminense, províncias de São Paulo e Rio de Janeiro.

E é claro que isso não foi à toa. Ambas as regiões tinham clima e solo que favoreciam a produção de café.

No começo, contudo, o cultivo era destinado, principalmente, para atender a demanda do mercado dos Estados Unidos e da Europa.

Quando e onde foi a chegada do café no Brasil?

cafe-arabica-planta

O Brasil recebeu seus primeiros grãos de café em 1727, em Belém do Pará.

Os frutos foram trazidos para cá por Francisco de Mello Palheta (Sargento-Mor) diretamente da Guiana Francesa.

Os frutos foram uma “encomenda” do então governador do Maranhão e Grão Pará, que enviaram o sargento até a Guiana especificamente com essa missão.

Já naquela época o café já tinha uma grande importância no mercado comercial.

O que se conta é que o sargento seduziu a esposa do governador de Caiena, capital da Guiana Francesa, para conseguir trazer uma muda de café para o Brasil.

Desta forma, uma muda de café Arábica foi oferecido a Mello de forma clandestina e trazida ao Brasil escondida em sua bagagem.

Não sabemos se essa história é verdadeira e quem poderia confirmar já que está morto há muito tempo. O que podemos dizer é que o Sargento-Mor cumpriu sua missão e foi o responsável por trazer os primeiros grãos de café ao Brasil.

E é bom explicar que era terminantemente proibido o café sair de algumas regiões em formato de planta. Ele só poderia deixar o país Torrado e moído, por isso o café foi transportado até o Brasil de maneira clandestina.

E como o país tem condições perfeitas para o cultivo de café, logo ele se espalhou por todo o Brasil.

Qual a história do café no Brasil?

planta -do-cafe-como-cuidar-portugal

A história do café no Brasil começa a partir da sua chegada aqui.

O grão se desenvolveu de forma independente, com incentivos 100% nacional.

Essa foi, inclusive, a primeira realização exclusivamente brasileira que visou a produção de riquezas ao país.

Após sua chegada, o café passou por São Paulo, Bahia, Maranhão, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Com sua expansão, em pouco tempo o grão passou de um produto secundário para o principal item da economia do Brasil.

Inicialmente o grão se estabeleceu no Vale do Paraíba e em 1825 começou um novo ciclo econômico no Brasil.

Por quase 100 anos o café foi a maior riqueza do Brasil. As divisas geradas pelo economia desse mercado foi a grande responsável pelo aceleramento do desenvolvimento por aqui, incluindo o país em relações internacionais de comércio.

Para você entender a dimensão disso, ferrovias foram construídas exclusivamente para permitir o escoamento da produção. A nova construção permitiu a troca do transporte do produto por animais e impulsionou o comer inter-regional de outras mercadorias igualmente importantes.

O café possibilitou a expansão da classe média, trouxe vários imigrantes para o país que queriam trabalhar na área, diversificou os investimentos e até intensificou a diversidade cultural no país.

Desde então, fica impossível não associar o café ao Brasil/brasileiro.

E não poderia ser diferente, já que mesmo depois de 100 anos, o Brasil segue sendo o maior produtor de café do mundo e o segundo colocado mundialmente como consumidor do produto.

Mesmo não tendo nascido no Brasil, o café é a cara do brasileiro e você pode ter essa planta que fez tanto pelo país e pela economia – uma pena que grande parte disso por meio da escravidão – na sua casa.

Conclusão

E aí, animado(a) para ter uma mudinha de café em casa?

Referência:

https://www.mydomaine.com/coffee-plant-care-5070566