diferença-à-500g-melitta-validade-embalado-250g-e-melhor-almofada-pilao
Curiosidades

Café a Vácuo: O que É, Validade e Diferença para o Almofada

Além dos variados tipos de café – em grãos, torrado, moído -, existe uma variedade na forma como o café é armazenado. Entre as opções temos o café a vácuo.

O que é o café a vácuo?

O café a vácuo é o grão que foi armazenado em uma embalagem sem a presença de ar dentro deste.

Essa técnica é muito usada em diversos setores alimentícios.

No caso do café, essa técnica começou a ser usada em 1980 e foi escolhida pois tem o poder de conservar o alimento por muito mais tempo.

O que quer dizer que o vácuo não só impede que o café seja contaminado na parte de fora, assim como aumenta o tempo de vida da produto.

Qual a diferença do café a vácuo para o tradicional?

A principal diferença entre o café a vácuo para o tradicional ou almofada está na embalagem.

Enquanto no primeiro não existe a presença de ar, no segundo deixa-se uma parte da embalagem com esse elemento. De resto, todo o processo dos dois, do plantio até a moagem, é o mesmo.

Qual o melhor?

Obviamente que optar pelo a vácuo é muito melhor que o almofada.

Mesmo o custo sendo um pouco mais elevado, este primeiro vai conservar seu café por muito mais tempo.

Só para você ter ideia, um café armazenado a vácuo, nunca aberto, pode durar de 12 a 16 meses.

Além disso, esse tipo de armazenamento permite que você conserve por mais tempo o sabor e aroma do café que você escolheu.

Apesar disso, muitos café gourmets são vendidos em embalagens de almofada, mas estes passam por processos que deixam o café mais resistente ao contato com o oxigênio.

Neste caso, na hora de escolher o seu, procure se informar sobre os detalhes de armazenamento do grãos que você vai comprar.

Sangue de boi nos cafés a vácuo?

Em 2019 surgiu um boato de que algumas empresas famosas de café misturavam os grãos moídos a vácuo em sangue de boi para aumentar o volume nas embalagens.

Tal notícia começou a rodar pelas redes sociais depois de um áudio de um suposto motorista que foi descarregar uma carga de café no Espírito Santo, viu caminhões suspeitos no local.

No áudio, ele diz que conversa com os motoristas destes veículos e que eles afirmam que a carga é sangue de boi, que vai ser usada nos cafés a vácuo.

Obviamente que a boato deu o que falar e a ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café) teve que divulgar uma nota dizendo que a as informações eram infundadas e ressaltando que todos os cafés certificados pela companhia passam por avaliações rigorosas antes de serem colocados no mercado.

Além da própria ABIC confirmar que se trata de uma mentira, outro pontos da história, como o fato do motorista ser anônimo e ele não citar em qual parte do Espírito Santo isso aconteceu, dá a entender que se trata-se de uma fake news.

Sendo assim, pode seguir tranquilamente consumindo seu café moído a vácuo pois é muito pouco provável que ele tenha sangue de boi misturado nele.

Qual o melhor café a vácuo?

Existem algumas boas opções, mas o mais popular e consumido é o da Melitta.

É um café tradicional, torrado e moído, com uma intensidade de nível 8.

Quando custa?

O café Melitta a vácuo custa R$8,90.

Conclusão

Se você quer que seu café dure mais tempo, já sabe, opte pelos grãos armazenados a vácuo.

Referência:

https://www.pianetadelleideeambiente.it/2017/10/dove-si-butta-sacchetto-del-caffe.html